Globo tinha os áudios dos barões da mídia mas não divulgou



,

Globo 

Esses áudios já estariam circulando em grupos de policiais federais. O que poderia explicar a radicalidade com que alguns jornais, rádios e emissoras de TVsaíram em defesa de Temer, rompendo o consenso midiático anterior.
Dois dos áudios foram vazados pelo Juntospelobrasil. Mas essa é uma parte da história. Pois esses mesmos áudios já haviam sido entregues antes para a reportagem do jornal O Globo.
O repórter que teve acesso ao material o entregou à chefia de redação, que depois de contatar os superiores, disse que o jornal não publicaria nada a respeito.

Estranhamente a Globo não quis publicar e não emitiu nota a respeito do caso.

Mas por que o jornal O Globo se recusou a publicar uma conversa altamente comprometedora entre o diretor de jornalismo do principal concorrente, a Record, com representantes de um governo que seus donos estão doido para derrubar?
A explicação não é apenas circunstancial. Não se trata de uma aliança tácita entre os grandes meios. É medo do que está por vir.

Tem mais gente pela frente?

Aécio não teria conversado apenas com Douglas Tavolaro, da Record, sobre negociação de publicidade em troca de apoio. E nem Moreira Franco.
Há gente mais graúda do que o menino prodígio de Edir Macedo que caiu nos grampos. Há gente bem mais graúda.