SP - Prefeitura demoliu prédio com gente dentro

,

Prefeitura 

Secretários da gestão João Doria (PSDB) confirmaram que pessoas se machucaram durante ação da prefeitura, mas disseram que demolição já havia sido autorizada.





Ao menos quatro pessoas ficaram feridas, nesta terça-feira (23), durante uma açãoda Prefeitura de São Paulo na Cracolândia para demolir dois prédios, considerados irregulares, no entorno da alameda Dino Bueno — principal ponto de concentraçãode usuários de droga na região.
O episódio foi confirmado pela gestão João Doria (PSDB) em entrevista coletivana sede da prefeitura, com a presença dos secretários de Assistência Social, Felipe Sabará, e de Assuntos Jurídicos, Anderson Pomini.
Doria foi à Cracolândia pela manhã, antes de a ação da prefeitura ter deixado feridos, mas foi embora do local sem dar entrevistas à imprensa, segundo o jornal Folha de S.Paulo.
Desde sábado (20), quando a prefeitura e o governo do Estado realizaram ações para desmantelar a Cracolândia — incluíndo a prisão de 38 traficantes —, usuários de droga se espalharam pela região central da cidade.

“A Cracolândia aqui acabou”, disse Doria na ocasião.

Na tarde desta terça, a Polícia Militar entrou em confronto com usuários de droga na praça Princesa Isabel, local próximo à Dino Bueno para onde a maioria deles migrou após a ação de sábado.
De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, usuários de droga passaram o dia migrando de um lugar para o outro, fugindo da polícia.
Na entrevista coletiva, o secretário de Assuntos Jurídicos, Anderson Pomini, ressaltou que a demolição dos prédios já havia sido autorizada.
“A prefeitura já havia oficializado aquela área como de interesse público”, afirmou, ao dizer que duas decretações de utilidade pública haviam sido publicadas no Diário Oficial do Município, nas duas últimas semanas.